Make your own free website on Tripod.com

FÓRUM CIDADANIA LISBOA

Cine-Teatro Capitólio

Início
Casa e Jardins Daupiás
Cinema Odéon
Ajuda
Alvalade
Avenida da Liberdade
Bairro Azul
Cp. Ourique
Castelo / Encosta Oeste
Graça
Paço Lumiar
Príncipe Real
Propostas várias
Auto-silos
Cine-Teatro Capitólio
Cinema Paris
Salão Nobre
Ambiente, património, mobilidade, etc.
Artigos, petições, etc.
Zonas Oportunidade
Teatro Tália
Proj. Foster / Boavista
Proj. Piano / Braço Prata
Casa A.Garrett
Ficha de inscrição
Veja o Capitólio na lista dos 100 ameaçados do
 
e na fabulosa base de dados de

capicat.jpg
(Foto: blogue «A Catedral»)

"Cidadãos pelo Capitólio":
Diagnóstico:
 
- O Capitólio é exemplo raro, elogiado internacionalmente, da arquitectura modernista do Arq. Cristino da Silva, em Lisboa.

cap2.jpg
(Fonte: IPPAR)

untitled.gif

Felizmente, a CML acaba de se comprometer com a recuperação do Capitólio de acordo com o projecto original do Arq. Cristino da Silva.
 
Nesse sentido foi anunciado o lançamento de um concurso internacional para o efeito:
 
 
CURIOSIDADES:
 
Morada: Parque Mayer.
 
Data inauguração: 1931.
 
Autoria: Arqº Cristino da Silva.
 
Encerrou em meados dos anos 80.
 
 O Capitólio é Imóvel de Interesse Público, Decreto Nº 8/83, DR 19, de 24-01-1983, Port. n.º 529/96, DR, 1ª Série-B, n.º 228 de 01-10-1996.
 
_______________________
 
 
 
A este propósito, leia a descrição feita pela DGEMN:
 
 
 "De planta rectangular, desenvolvendo-se longitudinalmente, apresenta volumetria paralelepipédica, com cobertura em telhado a duas águas.
 
A ligação do edifício ao exterior era efectuada por grandes portas envidraçadas, que abriam em bandas horizontais.
 
Partindo do edifício central, verificam-se dois corpos adossados de menores dimensões, mas igualmente paralelepipédicos, que servem de suporte a um terraço, ao qual se tinha acesso por meio de tapetes rolantes, novidade absoluta na época.
 
As fachadas eram definidas por um jogo austero de linhas verticais e horizontais, caracterizando-se o seu alçado principal pela presença de uma pala horizontal saliente e de um pano envidraçado.
 
Quanto aos alçados laterais, eles pautam-se pela existência de cinco níveis, com entradas de luz horizontais.
 
Em 1933, o mesmo arquitecto procede a alterações, tendo-se procedido ao entaipamento das referidas portas de vidro".

 
_____________________
 
 
E, já agora, leia este depoimento interessantíssimo:

Construção Moderna, as grandes mudanças do séc.XX (por Ana Tostões)

 
 
______________________________