Make your own free website on Tripod.com

FÓRUM CIDADANIA LISBOA

Alvalade, Lisboa de bairros?

Início
Casa e Jardins Daupiás
Cinema Odéon
Ajuda
Alvalade
Avenida da Liberdade
Bairro Azul
Cp. Ourique
Castelo / Encosta Oeste
Graça
Paço Lumiar
Príncipe Real
Propostas várias
Auto-silos
Cine-Teatro Capitólio
Cinema Paris
Salão Nobre
Ambiente, património, mobilidade, etc.
Artigos, petições, etc.
Zonas Oportunidade
Teatro Tália
Proj. Foster / Boavista
Proj. Piano / Braço Prata
Casa A.Garrett
Ficha de inscrição
 O Bairro de Alvalade é um bairro com características especiais: 
 
* está dividido ao meio (sob 2 Juntas distintas), e em cruz, pela Avenida de Roma, e pela Avenida da Igreja, sendo delimitado a Norte pela Av.Brasil e a Sul pela dos E.U.A.;
 
* os seus lados são quase simétricos, mas são bem diferentes: um é 90% habitação, bastante arborizado e relativament calmo; e o outro é um centro comercial ao ar livre, com trânsito congestionado e pouco arborizado.
____________________________________
 
 
Diagnóstico:
 
Esta zona, que pertence à Junta de São João de Brito e tem mais de 20.000 fregueses, tem os seguintes pontos fortes:
 
predomina a habitação sobre os escritórios;
* comércio tradicional continua vivo, inclusive o mercado;
* o Clube Atlético de Alvalade é um dos pilares do bairro;
* há boas escolas como a Eugénio dos Santos e o Dona Leonor;
há um bom centro de saúde no Hospital de Júlio de Matos;
* a zona tem bastantes cafés e serviços de restauração;
* os plátanos da Avenida da Igreja conseguem resistir aos atentados que se vão sucedendo.
 
Mas tem também diversos pontos fracos, como sejam:
 
* há uma crescente especulação imobiliária;
* há diversas escolas, nomeadamente as primárias, a necessitarem de obras urgentes;
* o Cinema Alvalade, que era a única sala de espectáculos da zona, foi deitado abaixo perante a passividade de quem de direito;
* o trânsito é confuso, congestionando, quando não caótico;
* o estacionamento é anárquico e selvagem;
 orque sofre dos maiores problemas dos bairros de Lisboa:
* a pequena criminalidade está em crescendo;
* o espaço público é vandalizado;
* há proliferação de marquises, a esmagadora maioria ilegais;
* a calçada encontra-se em mau estado;
* aos logradouros é-lhes dado péssimo uso;
* ainda há barracas (ex. Bairro S.João Brito, junto ao aeroporto).
Propostas:
 
avi2.jpg

O objectivo é fazer deste bairro, em particular da Avenida da Igreja, um "caso de sucesso", englobando-o numa solução integrada com a requalificação total da Avenida de Roma.

 

Medidas:

 

1. Fecho do trânsito na Avenida da Igreja, troço Pç. Alvalade – Av. Rio de Janeiro, reservando-o a moradores, comerciantes e cargas e descargas;

 

2. Fecho do trânsito nas perpendiculares da Avenida da Igreja, nomeadamente a norte, na Rua Luís Palmeirim (Escola Eugénio dos Santos), junto à Av. Roma, e na R. Centro Cultural/R. Acácio Paiva (junto à Av. Rio de Janeiro), e a sul nos "T" e nas ruas que desembocam na R.Maria Amália Vaz de Carvalho (Liceu Raínha Dona Leonor);

 

3. As carreiras da Carris que passam actualmente por esse troço da Av. Igreja devem ser desviadas para a Av.Brasil (sentido Pç. Alvalade Av. Rio Janeiro), subindo a Avenida de Roma e entrando mais à frente na Av. Rio de Janeiro, onde continuarão os seus trajectos. No regresso, em vez de entrarem na Avenida da Igreja, deverão fazê-lo pela Rua Marquesa de Alorna (junto ao Liceu Raínha Dona Leonor), voltando à Pç.Alvalade, pela Avenida de Roma;

 

4. A mobilidade dos cidadãos dentro da zona restrita será assegurada por viaturas "Porta-a-Porta";

avi3.jpg

5. Criação de parque de estacionamento público subterrâneo, no terreno camarário contíguo ao Mercado de Alvalade (onde João Soares quis colocar os "feirantes" da Pç. Espanha), com capacidade para 500 automóveis, entrada e saída pela Av. Rio de Janeiro;

 

6. Pedonalização do troço da Avenida da Igreja fechado ao trânsito, com a duplicação dos passeios laterais, abertura de esplanadas das dezenas de cafés e restaurantes existentes; uniformização de separadores entre esplanadas, toldos, mobiliário exterior, etc;

 

7. Abertura de cafés e esplanadas no lado poente do Mercado, no largo composto pela junção de R. José Duro/R.Luís Palmeirim, que permitam a existência de uma verdadeira praça, onde existe um espaço verde que urge requalificar e proteger da construção do parque de estacionamento subterrâneo em fase de aprovação na CML;

 

8. Requalificar o Mercado de Alvalade, alargando o seu horário de abertura ao público, com manifestações culturais que revitalizem aquela zona durante a noite, domingos e feriados (ex. concursos gastronómicos, quermesses, abertura de ateliers, etc.);

 

9. Fazer respeitar a lei no que se refere ao uso dos logradouros, e construção de marquises;

 

10. Arborização de todas as perpendiculares à Avenida da Igreja, com espécies adequadas.

 ___________________________________________
 

Paralelamente, a Avenida de Roma deve também ser alvo de uma profunda requalificação desde a Avenida Brasil à Praça de Londres, de modo a evitar que esta avenida se torne numa via rápida de periferia. Como?

 

1.     Pelo reperfilamento (alargamento e alinhamento) dos passeios;

2.      Pela implementação de lombas e outra medidas de redução de velocidade;

3.      Pela reformulação do tempo de semaforização

4.      Pela harmonização do desenho da calçada desses passeios;

5.      Pela renovação e reformulação das fileiras de candeeiros;

6.      Pela eliminação do separador central;

7.      Pela efectiva existência de corredores BUS;

8.      Pela arborização integral dos passeios, de forma harmoniosa e com as espécies adequadas;

9.      Pela reformulação das esplanadas;

10.  Pela requalificação das marquises;

11.  Pela criação de esplanada no topo Norte do jardim do Lg. S. João de Deus, na Praça de Londres.

_____________________________